sexta-feira, 19 de junho de 2009

A tia do Davi!!











Bom, todo mundo que me conhece sabe que a minha ligação com a Rob-chan (a Roberta de http://balancapanca.blogspot.com/) vem de outras vidas! Nos conhecemos no 1.º ano de faculdade, e, pelo menos da minha parte foi amor à primeira vista. Acho que nunca me dei tão bem com alguém logo de cara! Essa pessoinha inteligente, linda, divertida, alegre, e dona de muuuuuuuitos outros adjetivos, dividiu praticamente todos os trabalhos da faculdade comigo, trabalhos que, diga-se de passagem, ficavam sempre lindos, mesmo depois da gente ficar fofocando, falando besteira, montando repertório pra banda que nunca existiu , em vez de exatamente, fazer o trabalho. Casou-se com o João Tiago, um mocinho igualmente inteligente, lindo e divertido, se mudaram da cidade deixando todos aqui morrendo de saudades, mas voltaram, pra nossa felicidade. E há pouco, nos deram outra notícia que nos encheu de alegria: a chegada do primeiro neném-branquelucho-lindooooo da titia! E ontem descobrimos que será um menino! Não sei se acontece com vocês, mas da minha cabeça saem balões de imaginação, sabe, feito revistinha em quadrinhos! E desde que soube do Davi tem um zilhão de balõezinhos na minha cabeça, com imagens de como esse neném vai ser inteligente, lindo, divertido, alegre e MUUUUUUUUUUITOOOOOOOO AMADOOOOOOOO, que nem a mamãe e o papai dele!
Davi, a titia te ama muuuuito, viu!
Roberta e João Tiago, parabéééns, amo vocês!
Rob-chan minha maninha lindaaaaaaaaa beijossssss minha flor!

Ah, e ontem ela colocou esse texto no blog dela, que achei demais de fofo e fui autorizada a surrupiar rsrsrsrsrsrsrsrs!

O QUE É UM MENINO
Alan Beck
(tradução de Benedicto Ferri de Barros)

Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade há uma deliciosa criatura chamada menino.

Embora se apresentem em tamanhos, pesos e cores sortidos, todos os meninos têm o mesmo credo: aproveitar cada segundo de cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente ( o barulho é sua única arma) quando seu último minuto é decretado e os adultos os empacotam e metem na cama.

Meninos são encontrados em todas as partes: em cima de, embaixo de, dentro de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para.

As mães os adoram, as meninas os odeiam, irmãos e irmãs mais velhos os suportam, adultos os ignoram, o céu os protege. Um menino é a Verdade com o rosto sujo, a Beleza com um corte no dedo, a Sabedoria com um chiclete no cabelo, a Esperança do futuro com uma rã no bolso.

Quando você está ocupado, um menino é uma conversa-fiada, intrometido e amolante. Quando você deseja que ele cause boa impressão, seu cérebro vira geléia, ou ele se transforma em uma criatura sádica e selvagem empenhada em desmontar o mundo ao seu redor.

Um menino é um híbrido: o apetite de um cavalo, a disposição de um engole-espadas, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de um Júlio Verne, o retraimento de uma violeta, o entusiasmo de um bombeiro - e quando se mete a fazer alguma coisa é como se tivesse cinco polegares em cada mão.

Gosta de sorvete, canivetes, serrotes, pedaços de pau, água(em seu "habitat"natural) bichos grandes, Papai, sábados, domingos e feriados, mangueiras de água. Não é partidário de catecismo, escolas, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, agasalhos, adultos e "hora de dormir".
Ninguém se levanta tão cedo, nem chega tão tarde para o jantar.
Ninguém se diverte tanto com árvores, cachorros e mosquitos. Ninguém mais é capaz de meter num único bolso um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco de matéria plástica, duas pastilhas de chiclete, três notas de um real e um fragmento de "substância ignorada".

Um menino é uma criatura mágica: você pode mantê-lo fora do seu escritório, mas não pode expulsa-lo do seu coração. Pode pô-lo para fora da sala de visitas, mas não pode tirá-lo da sua mente. Queira ou não, ele é seu captor, seu carcereiro, seu dono, seu patrão - um cara sarapintado, um nanico, um mata-gatos, um pacote de encrencas. Mas quando à noite você chega em casa, com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ele possui a magia de soldá-los em um segundo pronunciando duas palavras somente: "Oi, mamãe!"

5 comentários:

Juliana disse...

Ahhh! Que lindo!!!

PATRICIA ZAGO disse...

Ainnnnnnnn

que lindo mesmo!

lindo pensar que tb faço parte de td isso!
de como amo vcs duas!
de como vcs são minha família!

amooooooooooo

bjocas

Luíza Diener disse...

demais mesmo!

e esse davi já tá fazendo sucesso entre a mulherada! virou notícia no mundo dos blogs (deve ser o terceiro ou quarto que leio falando dele ;)

sóoo alegria

ps: é impressão minha ou ta passando uma onda masculina nessas gestantes ein?

bjoo

Luíza Diener disse...

demais mesmo!

e esse davi já tá fazendo sucesso entre a mulherada! virou notícia no mundo dos blogs (deve ser o terceiro ou quarto que leio falando dele ;)

sóoo alegria

ps: é impressão minha ou ta passando uma onda masculina nessas gestantes ein?

bjoo! parabéns, tia!
eheheheh

Roberta disse...

aaaaaaaaaah, vc quer me fazer chorar né?! conseguiu! hehehe!

te amoooo maninha!
e o davi tb te ama muito...eu já sei disso, pq ele tá dentro de mim, e sente o que eu sinto, looogooo, hehehe!

muita, muita saudade de vc!

bjooooca!!